domingo, 20 de abril de 2008

O resultado de hoje é humilhante mas creio que se deva dar o desconto aos jogadores depois do extraordinario esforço no ultimo. A culpa deste resultado não deve ser entregue aos jogadores mas sim ao PB que mais uma vez nao soube analizar o estado físico da equipa. Acho que nada mais há a dizer sobre sobre isto portanto vou deixar duas boas recordaçoes sobre ornitologia e o comportamento contra os predadores!!!
video video

3 comentários:

dan disse...

esperemos que porto continue a jogar.. contra o guimarães.

o 2ºlugar continua à vista. spooorting!

PPA disse...

Leiria, 4 – Sporting, 1

De ficar com a boca aberta! Tudo correu mal ao Sporting neste jogo.
Antes da partida criaram-se um conjunto de condições, que tinham tudo para ajudar o Sporting, mas vieram a ser-lhe prejudiciais e da pior maneira:

A favor:
- O Guimarães tinha empatado, bastando por isso ao Sporting vencer o lanterna vermelha para agarrar de vez o 2º lugar.
- O Benfica iria perder de “certeza”, logo nunca apanharia o Sporting.
- O Sporting vinha da melhor exibição da época, onde acima de tudo tinha mostrado um enorme poder de marcar golos (5 ao Benfica em 24’).
- Embora jogando fora, o pouco público era todo do Sporting.
- Elevado estado de espírito psicológico.

Contra o Sporting tinha:
- Possível cansaço pelo frenético jogo da última 4ª feira.
- Mau estado do terreno (muito pesado).
- Descontracção evidente do Leiria, que “já desceu” e joga sem o mínimo de pressão.

Tudo se virou contra o Sporting, pois entrou em campo com um facilitísmo incrível, mamando 2 golos parvos em 5 minutos, de uma equipa que passou o ano a "não marcar a ninguém", e que a meio da 1ª parte o colocavam a perder com uma equipa, que embora tenha um bom plantel é a última classificada e ainda só tinha ganho 2 jogos este ano.
Depois o Sporting continuou a jogar a passo, sempre convencido que acabaria por dar a volta a este Leiria, porque até o tinha feito contra o Benfica, e de que maneira.
O momento chave da partida apareceu no final da 1ª parte, quando Vuk, após passar o GR, acaba por não marcar.
Estou convencido que se fosse-mos para o intervalo a perder apenas por 2-1, daríamos a volta facilmente.
Na 2ª parte o Sporting foi de vez para cima do Leiria, mas logo ali se viu que não seria possível imprimir um ritmo idêntico ao do jogo com o Benfica, quer pela fadiga dos atletas, quer pelo estado pesado do terreno. Ainda assim o problema esteve no acerto desta noite, pois a bola não queria entrar, quer fosse pela desinspiração, ou pelos ferros da baliza.
Perto do final ainda foi o Leiria a fazer o 3-0, já sem ninguém do Sporting lá atrás para o evitar.
De imediato o Sporting acabou por reduzir por Liedson; e quando já sem Derlei (expulso por palavras), tentou um assomo de coragem para pelo menos meter 2 golos e empatar no tempo de descontos, voltou o Leiria a ir lá à frente para fazer de nós “gato-sapato” e estabeleceu o placard num vergonhoso 4-1.

Duas Notas:
- Pelo que se viu esta noite, Paulo Bento prova mais uma vez que não tem capacidade para treinar o Sporting, coisa que continuo a afirmar, apesar de ter “assinado contrato” com o excelente 5-3 sobre o Benfica, pois permitiu que a equipa entrasse completamente a dormir em campo; e tentou fazer o mesmo que fez com o Benfica, quando o jogo e o adversário eram outros e os jogadores estavam esgotados. Este é que era um jogo para Farnerud, Tiúi, etc. Paulo Bento é um Teimoso e parece estar sempre apático naquele banco!
Apesar disso os maiores culpados são os jogadores, que jogaram sem a necessária humildade, jogaram cheios de vaidade.
- Mister Vítor Oliveira. Excelentes declarações, admitiu que a sua equipa estava super motivada e que para além da sorte do jogo, defrontaram uma equipa cansada num terreno pesado. Teve a nobreza de afirmar que os números foram exagerados.
Será de questionar porque foi este Homem escorraçado de Matosinhos, ele que subiu o “grande” Leixões. Quiseram lá o Brito e depois também o chutaram! Agora têm lá um infeliz, e com muita pena minha devem acabar por descer; embora espere que ainda se salvem.
Sinceramente, uma vez que parece mesmo que não temos hipótese de contratar um treinador internacional de real valor, dá-me vontade de ver um Homem destes a treinar o Sporting, um treinador que subiu a pulso, vindo do campo para o banco, passando já por quase todas as equipas pequenas e médias do nosso futebol; enfim, um homem experiente e capaz de enfiar uns cachaços e uns biqueiros nas “vedetinhas”.
Já sei, vão dizer que não será ofensivo… e pergunto? Paulo Bento (normalmente) é?
Depois vão dizer que não tem estofo. Paulo Bento tem?
Terminam dizendo que é um “Bimbo” e não sabe falar, comunicar. Aqui nem vou falar de Paulo Bento, que é muito fraco neste aspecto. Chalana coitado, esse ainda é muito mais limitado.

O que resta do campeonato?
Recebemos o Marítimo, vamos a Paços de Ferreira e acabamos em Alvalade com o Boavista.
Será obrigatório vencer os 2 jogos em casa. Quanto ao jogo em Paços de Ferreira, será o teste ideal para esta equipa e este treinador, onde se exige UMA VITÓRIA FORA contra uma equipa FORTE mas AFLITA, MANHOSA, PORCA, MAU TERRENO DE JOGO e PÚBLICO HOSTIL.
Ou seja, com condições difíceis, que são “provas a passar” para quem quer ser campeão no futebol Português. São estes jogos que decidem os campeonatos.

http://bola-na-trave.blogspot.com/

Raul Henriques disse...

A ver se percebo: os jogadores apresentam-se cansados e a culpa � do Paulo Bento? Porqu� Puxou por eles de mais nos treinos? Devia ter posto os que n�o jogaram contra os lamps (tipo Tiu� Farnerud, Purovic)?
O PB tem feito milagres com a mat�ria-prima que tem! Nem sempre acerta, �s vezes parece desanimado, etc., etc.
Mas � a ele (e aos lamps, que este ano ainda est�o pior que n�s) que devemos o facto de aquilo n�o se ter ainda desmoronado tudo, face � incompet�ncia (por falta de provas, chamemos-lhe apenas isto) dos dirigentes que fazem (e dos que aprovam) as contrata�es.