quinta-feira, 17 de abril de 2008

16 de Abril de 2008 - EU ESTIVE LÁ!!!

É uma verdade, mas também é verdade que estava a temer o pior. Primeiro recordei logo que jogos com o benfica em casa e à chuva não eram um bom presságio. Veio-me à memória o meu primeiro derby, o dos 3-6 com uma chuva abundante e depois o jogo que era do título com o golo do sabry de livre, outra valente molha.
E logo no início estava a chover bem, a diferença desta vez foi que não apanhei molha e isso como se veio a demonstrar fez toda a diferença.
Mas primeiro lá tivemos de apanhar com o famigerado losango. Ele ele deu o zero a dois com justiça. Era vez os encarnados a passar pelos flancos e nós a afunilar o jogo pelo centro com o desastre á vista. E o três a zero ainda foi ameaça, mas eis que PB abriu a pestana e mandou entrar o izma, e aí com a passagem do moutinho para único médio centro no meio do terreno e não na faixa permitiu ao Sporting adoptar um 4-1-3-2, sendo que o meio campo ofensivo ao lado do 10 pipi estavam dois médios laterais, com o izma na direita e o vuk na esquerda. E isto fez toda a diferença, pois começamos a controlar e a dominar o jogo do benfica, não deixando mais as alas desguarnecidas. Pois o difícil é não marcar golos ao benfica, a académica que o diga. Quando o melhor elemento da defesa encarnada é um médio centro está tudo dito!
Isto foi o começo.
De seguida veio o grito de ipiranga no balneário e a mandar a rigidez táctica às malvas, esquecer a poupança para o campeonato e apelar à honra e ao orgulho. Aquilo já não é um simples jogo mas a alma do Sporting em jogo. Os jogadores e PB ignoraram o franquismo e suas maleitas e foram como se fossem para o dia D.
E eles vieram, pelo que no entretanto a cupiosa chuva já tinha debelado e eu afirmei peremptoriamente que o jogo ía começar na 2ª parte e que mais golos haveriam de entrar naquela baliza ao pé de mim.
Dito e feito, mas foi preciso que jogássemos com outra garra no ataque, pois o MV já tinha começado a atinar na defesa e faltava suprir a falta de um organizador que não tínhamos em jogo. Vai daí, o PB manda de novo os quatros médios às favas e adopta um 4-3-3. (Ainda não sei o que lhe deram a beber mas deve ter sido a poção mágica do chalanix). Então a falange média manteve-se em linha com moutinho a médio centro e izma e vuk como médios ala, sendo que na frente derlei passou a jogar ao lado de liedson e djaló no vértice recuado do tridente ofensivo como segundo avançado (neste caso como terceiro).
Foi o que bastou para matar a besta já débil e encarcerada no seu covil.
O resto é a história.
De positivo destaco moutinho, izma, vuk e djaló.
Pela negativa miguel veloso (numa posição que não lhe devia ser estranha), adrien (que foi lançado às feras e não vai recuperar depressa a moral) e romagnoli (que segundo dizem para aí não é jogador de chuva. Ora da última vez que vi o futebol ainda era um jogo de inverno e em portugal também chove, daí que talvez seja possível evitar ser futebolista na chuva jogando no egipto ou futebol de praia).
À margem fica o regresso de derlei, se bem que espero para ver, pois aflige-me que estejamos dependentes de um jogador de 32 anos que não se sabe quando os parafusos voltam a ceder.
E na outra margem ficam os tais barretes que tivemos de pagar e pelos vistos nos jogos a sério o PB não confia neles, o pedra contente, o pontos, o purovic e o tíui.
Na margem errada ficou pereirinha, que foi queimado no outro jogo com a substituição pouco tempo após a sua entrada. Já no ano passado isso aconteceu e demorou o tempo que demorou, e agora vamos ver como será.
Para o fim relembro, mesmo á minha frente, o ultimo golo, que nasce na única decisão de arbitragem que influiu no resultado, onde veloso recupera a bola em falta, lança o contra ataque e eis que para mim o tempo parou, vejo a bola paulatinamente a ir ter com o incrível Vuk que com um gesto de mestre finaliza a jogada (pasme-se de contra-ataque) com um golo de antologia, digno dos grandiosos atacante que passaram no Sporting.
Agora digam lá que se tivéssemos um presidente e uma direcção á altura desta equipa, com a grandeza de espírito, com o sentimento de glória e com sede de ambição, o que seria do nosso clube?

2 comentários:

Virgílio Bernardino disse...

"O meu carro é como o Benfica, também leva 5" LOL

Começa a criar-se a Lenda dos 5 -3...

Como se enche de êxtase a minha alma hoje em passeio pela blogosfera leonina!

Ver o "meu" povo feliz, deve ser das sensações mais reconfortantes que consigo!

SPORTING SEMPRE!

D&A disse...

"(...)E ainda agradeço mais ao nosso treinador por ter conseguido incutir nos jogadores a força de vontade que necessitávamos para dar a volta àquele "estranho" resultado. E o facto de ter conseguido dar a volta à cabeça e ao coração dos jogadores, significa que os jogadores estarão com ele até ao último instante, acreditando sempre no homem que os lidera. A união faz a força e foi essa a razão pela qual ontem espetámos 5 nos lampiões! Foram de uma entrega inigualável, de um espírito de sacrifício enorme! Foram o nosso orgulho!" (...)


oleaorampante.blogspot.com