quinta-feira, 3 de abril de 2008

Crimes, Fruta e Justiça

Para quem (sim, eles existem) ainda lhe sobra dúvidas sobre se Pinto da Costa (ou Papa ou Engenheiro Máximo ou Padre da Freguesia das Antas ou Administrador do prédio das Antas ou Bimbo da Costa ou Giorgio, conforme o grau de amizade) era (vamos fazer fé neste tempo verbal) uma das cabeças de um Polvo funesto que se entretinha, em prol do benefício e malefício de uns e doutros, a traficar influências, a subornar e (sobretudo) compensar classificatoriamente os "bons" árbitros através de falsificações (foram certificados 555 crimes destas alterações de nota),
para aqueles que exclamam: “então o pinto da costa ia comprar árbitros numa época em que Mourinho foi o treinador e o Porto campeão da taça Uefa?!”,
a todos eles, dedico estas passagens em forma de prelúdio:

FC Porto 2 - 0 Estrela da Amadora, 19ª jornada
«(...) Jacinto Paixão [JP] telefona a [António] Araújo [empresário e lacaio de PC]. Segundo o Ministério Público [MP], com a intenção de pedir ao FC Porto prostitutas para o final do jogo. Araújo telefona a Pinto da Costa [PC] pelas 13h00 e diz-lhe que lhe ligaram a pedir “fruta para dormir”.» (...)
«Sabe-se apenas que Araújo, a quem também chamam Coronel, pagou €150 a cada uma das prostitutas e que ligou três vezes a Jacinto Paixão, farto, presume-se, de estar a fazer sala com as meninas.» (...)
«Fechada a porta, Celina confessou à PJ que o árbitro lhe pediu para tratá-lo simplesmente por Paixão.» (...)
«” [JP:] Desafio esses senhores (PJ e MP) a dizer-me, cara a cara, se estive com elas (prostitutas), quanto aos meus colegas não sei…”,(…). PC, por seu lado, considerou impensável a oferta de prostitutas a JP “pois corria no mundo futebolístico que ele seria homossexual”. Jacinto é casado e tem dois filhos.»

Beira-Mar 0 - 0 FC Porto, 31ª jornada
«(…), só termina [telefonema] quando Araújo [acompanhado, no carro, pelo árbitro Augusto Duarte] entra na rua onde reside o presidente portista. Sem o saber está lá uma equipa de vigilância da PJ.» (...)
«Quando regressava da cozinha, a ex-companheira de PC garante que viu o presidente do FC Porto entregar a Duarte um envelope branco com dinheiro. Concretamente 2.500 euros.» (...)
«PC nega ter entregue a Duarte qualquer quantia em dinheiro e afirma que Carolina não ouviu qualquer conversa porque estava doente e acamada. Duarte, por sua vez, garante que foi apenas a casa de PC pela primeira vez para uma conversa de circunstância. Mas Duarte disse também que teve oportunidade de visitar o jardim na companhia de Carolina, nomeadamente o local destinado aos animais domésticos.» (...)
«Os três peritos que a PJ convocou para analisar as imagens do jogo detectaram prejuízos para os aveirenses na primeira parte, com Duarte a perdoar um cartão vermelho a um jogador do FC Porto, situação que poderia ter desequilibrado a partida. No final, a equipa de arbitragem encontrou-se com Pinto de Sousa [também conhecido pelos “amigos” por Cabeça de Giz], presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, numa marisqueira de Matosinhos. Nesse hiato temporal, PC fala com Pinto de Sousa e fica no ar a ideia de que podem jantar juntos no Porto. PC está já num restaurante da cidade. Pinto de Sousa torce o nariz. “Isso é francesihas”, diz rumando para Matosinhos. Onde paga o jantar à equipa de arbitragem. (…) No posto de escuta, em Paranhos, Porto, os investigadores ouviram PC queixar-se a Pinto de Sousa: “O Augusto não esteve nada bem, é verdade que não esteve mal mas não deu cheirinho nenhum, só deixou passar uns livres e há um penálti que o gajo não vê sobre o McCarthy.”»
(fonte: «Apito Dourado: Toda a história», Eugénio Queirós, distribuído pelo Record)

Posto isto, e antes de partir para outra dedicação, alguém me poderia explicar seriamente qual é a parte do crime de corrupção que aqui não está consumada??


PS - Ainda vos podia transcrever partes que explicam como foi orquestrado o resultado (relatório do árbitro e as decisões saídas dos inquéritos disciplinares) da novela da camisola do Rui Jorge rasgada por Mourinho ou até partes de escutas relativas ao jogo Nacional 3 – 2 Benfica com o habitual trio de intérpretes Pinto da Costa, Araújo e Augusto Duarte, e muito mais coisas giras com os artistas do costume, mas por cansaço não o vou fazer. Para abrir a pestana, hoje em dia basta um ‘clik’ e escrever “Apito Dourado”.

4 comentários:

Pantera disse...

Já há muito que tinha vontade de lançar este tema, mas como me dá vómitos, evitei. A revolta interior é tão grande que até me custa escrever!

Acho um piadão ao (suposto) castigo a ser aplicado ao FCP...6 pontos! LOL 6 pontinhos! Porquê 6 pontos? Realmente dá muito jeito sim Sr!! Tirar 6 pontos na época 2003/04 não faz diferença nenhuma, tirar nesta época ainda menos diferença faz! Aliás, convém apressarem-se a aplicar o castigo antes que a época acabe! Já o Boavista, devido a ser um clube de menor dimensão, já pode descer de divisão.
Quanto a mim a pena justa seria descida de divisão e retirado o título da época 2003/04. À semelhança do que aconteceu em Itália (e os Mafiosos ainda são eles!).

Paralelamente ainda temos a questão da justiça desportiva e a dos tribunais civis! Esta então ainda é mais hilariante. O Gil Vicente foi posto na 2ª Liga porque recorreu para os tribunais civis. No entanto agora a justiça desportiva, esconde-se atrás de uma decisão desses mesmos tribunais! As escutas telefónicas e muitas outras provas que foram impossibilitadas de serem usadas em tribunal civil, podem e deveriam ser usadas pela justiça desportiva. Mas claro, isso não convém a ninguém.

Só mais um ponto em relação à descida de divisão do Porto, e contra a opinião daqueles que dizem que precisamos de um Porto na 1ª Liga para manter a competitividade, com corrupção é que não há competitividade! A Juventus também desceu e ninguém morreu por isso. Ya, em Itália tem mais equipas boas. Se calhar nós também tínhamos se não fossem beneficiar sempre os mesmos. Que palhaçada....

Pantera disse...

...já vomitei!

Lembrei-me ainda que os 6 pontinhos, são os mesmos que vão ser retirados ao Belenenses por ter utilizado indevidamente o Meyong, por este ter jogado 11min noutro clube!! Enfim...

paulinho cascavel disse...

É óbvio. Mais óbvio não há. Esta merda é maior obra do surrealismo que é a justiça deste país. O Salvador Dali ao pé destes senhores é um menino de babete.
Por falar em babete vou ali vomitar...

mpre27 disse...

E a defesa destes gajos baseia-se na nulidade das escutas... é preciso ter lata. Toda a gente vê estas conversas , provam o que ocorreu, mas estes tipos dizem "Ah, mas isto não pode ser usado em tribunal." Ridículo. E há gente que se acha muito séria, cheia de moralismos (ex: Miguel Sousa Tavares) e que nesta situação se faz de parva. Quero lá saber se são, ou não, válidas em tribunal. Elas provam o carácter destes senhores.