terça-feira, 15 de abril de 2008

Jesus is my hotrod

(Marco Ventura, Açores): "Em todas as ligas existem os treinadores dos “grandes”, os treinadores dos “aspirantes a grandes” e os treinadores dos “aflitos”. Seja directo e sincero e diga-me em qual dos três perfis se enquadra?"

Jorge Jesus: "Se me analisarem a capacidade de treinador pela equipa que estou a treinar no momento, qualquer das três classificações é correcta. Se me pergunta o que penso, direi que a minha capacidade está para além de qualquer um dos grandes em Portugal".

Via 442

2 comentários:

Pantera disse...

Acho que bastava tratar de 2 pormenores:
1. Linguística: tinha de ser, se queríamos continuar a rir a bom rir com as declarações do Chalana.
Já repararam que desde que o Chalana assumiu o cargo de treinador principal, pouco de tem gozado com o Paulo Bento??

2. Look: o JJ carrega em si um ar demasiado "à Benfica". Por mim até bastava que fosse ao barbeiro do Paulo Bento.

Agora mais a sério, até acho que o homem era capaz de fazer um bom cargo no Sporting.

Luizinho disse...

Por mim vinha com o penteado e o discurso. Se lhe tirares isso ainda lhe tiras a sabedoria, e isso é um risco que nós não podemos correr.