segunda-feira, 8 de junho de 2009

Recordar é viver

No lugar de Presidente da próxima AG do SCP vai-se sentar uma coisa sinistra, uma criatura patética, dir-se-ia também algo parecido com um ser humano, que fez carreira no Sporting como opinador na televisão.
Consta que de tanto se colocar em bicos de pés arranjou uma deformação óssea, mas o facto de andar mal não o impede de insistir e de lá ir, coxo, levando a água ao seu moinho.
Para abrilhantar condignamente a "estrondosa vitória" vamos ter, pois, a dirigir o orgão maior do Clube, um cavalheiro que numa reunião magna procedeu a uma das maiores golpadas de que há memória na história das AG do Sporting. Reclamou para si tempo de intervenção roubado descaradamente a sócios legitimamente inscritos e justificou-o na altura com o facto de uns quantos amigalhaços lhe terem cedido o seu tempo de intervenção. A malandrice foi aceite pelo então presidente da AG, que chegou a ser anunciado como candidato ao mesmo lugar na eleição de sexta feira.
Da golpada resultou, como é sabido, um prolongamento dos tempos de intervenção que serviu de pretexto para uma das medidas mais patéticas que jamais vi um presidente de uma AG tomar: autorizar o início de uma votação com o período de intervenções ainda a decorrer. O espetáculo degradante, recordar-se-ão os que lá estiveram, começou então com os sócios correndo em direcção às urnas de voto e abandonando logo de seguida o pavilhão, enquanto os muitos sócios ainda inscritos usavam da palavra.
O autor desta medida seria candidato relapso a presidente da AG, até que essa triste figura, esse exemplo de virtude sportinguista, se colocou mais uma vez em bicos de pés e lhe ganhou a corrida.
É ele que doravante vai dirigir as AG do Clube.

14 comentários:

Anónimo disse...

podes crer.

tal irmão, tal irmã ... dois palhaços.

Anónimo disse...

Foi uma corrida triste.

Rogério Alves, que sempre tão bem serviu o sistema, enquanto tentava vender a aura de independente, foi devidamente recompensado pela sua (falta) de coragem. Perdeu a corrida para Dias Ferreira.

Deprimente.

Yazalde disse...

Vamos ver na próxima AG (deve haver pelo menos uma, antes de aboliram as AGs) quando lhe atirarem à cara esse expediente qual será a sua decisão.

king drogba disse...

Uma cedência inexplicável, um enorme erro estratégico da parte do JEB...!

n_sardas disse...

é igualmente engraçado que nessa mesma AG, um dos sócios que mais protestou, quer no palaque, quer cá fora, foi Vasco Lourenço, um dos capitães de Abril... não é que este tb se juntou à equipa de Bettencourt, no Conselho Leonino... enfim... é só experts em cambalhotas...

Anónimo disse...

Coincidência ou não ficou marcado para dia 6 o sarau da ginástica.

Tudo a dar piruetas e os outros a aplaudir à espera de vez.

Patético.

Anjo Exterminador disse...

n_sardas: quanto a Vasco Lourenço devo dizer o teor da intervenção dele nessa AG mereceu e merece o meu aplauso.
Como aliás o seu texto que foi logo depois publicado na imprensa (já não me lembro em que jornal... ou melhor, lembro-me mas não lhe faço propaganda!)
Não considero haver aí cambalhotas, nem uma situação destas tem qualquer espécie de comparação com as habilidades e a manhosice rasca do sr. Ferreira.

seismilhoes-UM disse...

Ui, ui, ui, tanta dor de corno com a família Ferreira.

Luizinho disse...

Anjo,

Concordo com tudo menos nas cambalhotas no Vasco Lourenço. Depois do que disse na AG e do artigo que escreveu no Record, ir para o Conselho Leonino pela lista de Bettencourt só pode ser considerado uma cambalhota. O mesmo se passou aliás com Dias da Cunha, cujo problema parecia ser mais uma disputa privada com Soares Franco do que que propriamente uma preocupação séria com o futuro do Sporting.

Anjo Exterminador disse...

Luizinho,
Agora sou eu que semi concordo contigo ;-)
Concordo com a observaçao relativa ao Dias da Cunha. Aí sim parece-me que há uma cambalhota real. É um enorme desilusão. E, sim, se calhar tudo se resumia a uma mesquinha disputa entre ele e o Franco.
Quanto ao Vasco Lourenço, discordo. O que eu disse foi que a intervenção dele na AG e o posterior artigo no tal jornal foi justíssima e demonstrou coragem. Ainda não ouvi nenhuma posição nova dele que me leve a pensar que deu uma cambalhota.

OLeãoRampante disse...

Ninguém pára Paulo Pereira Cristóvão. Após garantir que tem um pré-acordo com Sven-Göran Eriksson para ser treinador do Sporting, o candidato à presidência do clube garantiu hoje que, caso vença as eleições, Barack Obama será o novo presidente da Assembleia Geral leonina, substituindo Rogério Alves.

Barack Obama mostrou-se confiante na vitória de Paulo Pereira Cristóvão e, em declarações ao Jornal Sporting, garantiu que “sim, podemos acabar com a dívida à banca”.

Petição disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:

http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

Luizinho disse...

Anjo,

As posições não se definem apenas por palavras. Depois de Vasco Lourenço ter dito o que disse na AG e ter escrito o que escreveu, como é que se pode explicar, ou até mesmo conceber, o facto de fazer parte da lista de JEB para o Conselho Leonino?

n_sardas disse...

Caro Anjo,

Os actos são pessoais... pelo menos EU, se tivesse dito o que disse naquela AG ao Dias Ferreira, não iria aceitar nunca fazer parte da mesma Lista que o mesmo.

Relativamente ao Dias Ferreira, esse é o Rei das Cambalhotas... depois do que disse, apos o tal "Consensus dos Todos Poderosos do Sporting", falar no Dia Seguinte em "candidato do consenso do Poder do Sporting"... e passado uns dias, passar a fazer parte de tal Lista... esse então nem merece comentario, pq seria dar importancia a uma figura patetica...