quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Legendary Tiger Man

Depois do jogo entre os solteiros de alvalade e os casados de mafra, que acabou com a vitória tangencial dos solteiros, um jogador do clube e o seu superior abraçaram-se em actos de pancadaria.
Temos de recordar que ambos são tipos experiente nestas situações, um já havia aviado (e muito bem) o então seleccionador nacional do bigode. Outro já andou a dançar à frente de uma vassoura empunhada por um montenegrino.
Pela história contada, após a dupla fífia de patrício, o público assobiou o patrício, outros bateram palmas, como a reconforta-lo que erro que cometera.
O jogador do clube, mandou calar os adeptos, como se ele fosse o clube, o rei sol.
O director desportivo e quando a mim mal, repreendeu-o em público, deveria tê-lo feito em privado.
Aqui começam a inchar os egos das duas personagens.
Não esquecendo o passado menos próprio do director desportivo, ainda recordo bem as atitude do jogador, que consistiram em perder voos, em levar o 5º amarelo para não jogar com o benfica e mais recentemente em dizer em público que não concordava com a táctica do treinador.
Posto isto, e perante os desacatos públicos é necessário firmeza e autoridade do clube.
É óbvio que pinto já não tem condições para ser director desportivo.
Por outro lado, para andarem à batatada são precisos dois, e liedson, obviamente, não poderá passar sem uma pena exemplar, sob pena de lhe ser conferida uma carta branca para fazer o que quiser com quer quiser, já começou com os adeptos e com os donos do clube.
À frase de o "ou ele ou eu", eu responderia com nem um nem outro, vão os dois pró caralho, um para a rua, como já parece ter ido e o outro era uma punição à porto. Processo disciplinar, treinar sozinho ou com os juniores enquanto durasse o processo, sendo impedido de ser convocado para os jogos e depois uma pena exemplar. Como o treinador e o director desportivo já não são os mesmos do stoi, podemos ficar tranquilos quanto a uma eventual ostracização desportiva, mas para não lesar ainda mais os interesses do clube, teria de haver uma punição, no mínimo de 60 ou 90 dias sem ordenado.
Resta saber se o presidente profissional tem coragem para não subjugar o clube à disposição de uma individualidade, sob pena subverter os papéis na hierarquia do grupo. Isto já foi escrito, inclusive por um chinês há mais de 2000 anos.

P. s.: É hilariante que agora circulem mensagens de elogio a paulo bento em relação às suas afirmações sobre pinto. A memória é curta e já se esqueceram que após o famoso atraso de tonel para stoi, o primeiro a criticá-lo em público foi o então treinador do clube.

P. s. 2: Ontem outro chinês, fez algo que até parece natural, num só jogo marcou mais golos em alvalade do que o postiga em toda a época.

4 comentários:

paulinho cascavel disse...

Não achas que sem saber exactametn o que se passou e qual o comportamento do Liedson nisto tudo, não é ainda cedo demais para lhe querer aplicar "sentenças exemplares"??

A rapidez com que nos afundamos é proporcional à rapidez com que uma merda destas que acontece dentro do balneário sai cá para fora.. é impressionante. No Porto, como referes, não saberíamos de nada garanto-te. E o primeiro a ser punido era o filho da mãe que deu com boca nos trombones.. Não sei que "profissionais" lá andam.. ... só sei que isto diz muito da anedota que se tornou o Sporting

scbmf disse...

Perante o que se sabe e o que imaginamos que aconteceu, concordo com o que aqui está escrito. Para haver pancada são precisos dois!

Yazalde disse...

E como saber quem é o bufo?
Como se filtra informação se o agora responsável pelo balneário se demitiu?
Ou será que neste caso, aquilo foi tão abrangente ou em local de acesso público que nem sequer são precisos bufos.

paulinho cascavel disse...

Eu não digo que o Liedson tenha sido vítima. Mas é muito diferente reagir a uma agressão do que iniciá-la. E das duas não sabemos qual foi. Se não sabemos não vale a pena precipitarmos-nos a quente só pra mostrar mão de ferro e irmos com medidas draconianas que podem, em vez de se fazer justiça, ter o efeito contrário. E isto é daqueles casos em que, se a punição for desproporcional e injustificada ele de certeza que se mete a andar. Se for "ajustada" tenho a plena convicção que o Liedson acabará por aceitá-la. Mesmo que pesada.

Que eu saiba foi no balneário que não é um local de acesso público. Quanto ao bufo não sei. o melhor costuma ser a profilaxia.