terça-feira, 2 de março de 2010

Baixar as guardas

Sem querer parecer um "bota-abaixista" militante --que não sou!--, acho que a vitória sobre o Porto, por muito saborosa e expressiva que possa ser, foi apenas isso: três pontos ganhos num campeonato perdido.
A vitória não deve fazer-nos esquecer o desastre que tem sido esta época, nem as origens deste descalabro. O pior que poderia acontecer aos Sportinguistas seria deixar caír as guardas por um motivo tão fútil e por um êxito tão pouco ambicioso.
E faz parte deste "baixar de guardas" pensar que, por termos ganho ao Porto, acabaram os problemas. Não acabaram, nem vão acabar enquanto se mantiver a orientação actual.
Se os sportinguistas se deixarem comprar por uma mísera vitória contra um Porto de segunda, então está o caldo entornado.
E, já agora, a proósito das declarações do Carvalhal, pode ele ficar estar descansado. Pelo menos pelo meu lado, não o considero vilão por ganhar apenas de dois em dois meses, nem passa a herói quando ganha um jogo depois de sete jogos sem ver o padeiro...

1 comentário:

Pantera disse...

Concordo! Penso que depois de passarmos a fase da Belenização (ainda vai voltar), agora estamos a passar a da Lampionização! Em que quando ganhamos somos os maiores e vamos ser campeões, e mal perdemos entramos em crise.

Obviamente que todos os Sportinguistas estão muito felizes pelos resultados e exibições dos 2 últimos jogos. Mas não podemos deixar que tal nos retire a capacidade de analisar a época paupérrima deste ano! O JEB veio logo para os jornais com comentários...ganhar é algo natural no Sporting, não é necessário grandes alaridos.

Agora há que ultrapassar esta euforia e focar no objectivo do próximo jogo e Liga Europa, onde temos a obrigação de passar o Atlético. Somos melhores e maiores que eles! Bora láaaaaaaa